Vacina não foi causa de parada cardíaca em criança, diz Secretaria

Na última quarta-feira (19), a Prefeitura de Lençóis Paulista (SP) suspendeu a vacinação infantil depois que uma criança vacinada teve uma parada cardíaca. Nesta quinta (20), a Secretaria da Saúde de São Paulo concluiu que o ocorrido não foi causado necessariamente pelo imunizante.

A Secretaria da Saúde descartou a possibilidade após uma análise conduzida pelo Centro de Vigilância Epidemiológica concluir que a criança de 10 anos tinha uma doença congênita rara, algo que até então nem mesmo a família sabia.

“Não existe relação causal entre a vacinação e quadro clínico apresentado”, aponta.

O órgão aproveita a nota oficial para ressaltar a importância da vacinação e “reafirma que todos os imunizantes aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária são seguros e eficazes”.

Nas redes sociais, a Prefeitura anunciou por meio de uma nota oficial que a criança apresentou alterações nos batimentos cardíacos e desmaiou, levada então à rede de saúde particular para atendimento profissional, onde foi reanimada. Após ser estabilizada, a criança foi transferida para o Hospital da Unimed, em Botucatu.

Diante do ocorrido, a Prefeitura anunciou a suspensão de sete dias da vacinação infantil contra a covid-19. Não está claro se a atividade será retomada após essa conclusão de que a vacina não foi a causa da parada cardíaca, mas os pais que pretendem vacinar seus filhos em Lençóis Paulista são encorajados a ligar na Central Saúde para realizar agendamento.

por Folha de SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.