Presidente do PT abre as portas para Damião, avalia possível federação com Gervásio e traça metas para a Câmara dos Deputados nas eleições de 2022

Em conversa com o Polêmica Paraíba nesta terça-feira (1º), o presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) na Paraíba, Jackson Macêdo, falou sobre a possibilidade do ingresso do deputado federal Damião Feliciano (PDT) ao partido, a possível federação partidária que envolve o PT e outras três agremiações e as pretensões da sigla para as eleições deste ano.

Primeiro, questionado sobre a informação dada com exclusividade pelo Polêmica Paraíba de que Damião Feliciano está próximo de se filiar ao PT para disputar sua reeleição na Câmara, Jackson elogiou o parlamentar, afirmando que o mesmo tem estado junto à legenda desde o episódio do impeachment da então presidente Dilma.

“Se ele decidir vir, ele será muito bem vindo ao PT. A minha opinião é que Damião é um cara fiel ao nosso projeto. Desde o impeachment de Dilma, vota com a esquerda na Câmara dos Deputados. É um companheiro fiel e valoroso. Se ele quiser vir para o PT, as portas do PT estão abertas”, disse.

Porém, Macêdo afirmou que de sua parte, não aconteceu qualquer conversa sobre uma possível filiação. Informações obtidas pelo Polêmica Paraíba dão conta que essas tratativas estão acontecendo diretamente em Brasília.

Federação partidária

Questionado também sobre uma possível federação partidária envolvendo PT, PSB, PCdoB e PV, Jackson foi taxativo e disse que ela será positiva apenas se as agremiações tiverem um plano conjunto de governabilidade. Na sua visão, esse projeto de união não pode servir apenas para salvar alguns partidos políticos de problemas eleitorais, a exemplo da cláusula de barreira.

“Tenho dito que se a federação for em cima de um plano ideológico, um projeto de país, um programa de construção de nação, eu acho que é importante ter essa federação. Agora, se ela for, única e exclusivamente para resolver problemas eleitorais e a vida de alguns deputados, então ela é muito ruim. Ela precisa ser construída com um projeto comum. Se ela for só para resolver problemas eleitorais, ela tende a começar já no fracasso”, explicou.

Ainda sobre o tema, questionado sobre a consequente chegada do deputado federal Gervásio Maia (PSB), desafeto do ex-governador Ricardo Coutinho (PT), caso a federação se concretizasse, Jackson falou que essa movimentação não passa por seu controle. Ele também afirmou que não tem qualquer imbróglio com o parlamentar.

“Não tenho como opinar sobre isso. Se tiver federação, é lógico que ele vai continuar na federação. Não só ele mas outras lideranças do PSB. É uma coisa que não passa pelo nosso controle. Tem que conviver com isso. Inclusive tenho nada contra o deputado Gervásio, tenho com ele uma relação de respeito. Mas isso é uma questão que a gente só vai tratar quando a federação se consolidar”, afirmou.

Eleições 2022

Por último, perguntado sobre as pretensões do Partido dos Trabalhadores para as eleições deste ano, Jackson falou que o partido tem três metas paras as urnas: eleger ao menos dois deputados federais, ampliar a bancada na Assembleia Legislativa da Paraíba e também eleger um senador, na candidatura de Ricardo Coutinho.

Sobre a Câmara Federal, Jackson diz que a meta do PT é eleger pela primeira vez na história dois deputados federais. A preço de hoje, a sigla já conta com 11 candidaturas, entre atuais parlamentares, ex-deputados e outras lideranças. São eles:

O deputado federal Frei Anastácio; o ex-deputado federal Luiz Couto; a deputada estadual Estela Bezerra; o ex-deputado estadual Rodrigo Soares; o sindicalista com atuação em Campina Grande, Napoleão Maracajá; o dirigente estadual do partido em Campina Grande, Marcio Caniello; o professor universitário em João Pessoa, Valdo Nobrega; o também professor universitário, mas em Catolé do Rocha, Irinaldo Pereira; o funcionário público com atuação em Patos, Lenildo Morais; o ex-candidato a governador e senador, Lucélio Cartaxo; e o Coletivo Nossa Voz. Caso se confirme a filiação de Damião ao partido, seria mais um nome a ingressar nessa lista.

“Pode anotar que o PT vai eleger dois deputados federais”, cravou Jackson sobre a disputa.

por Polêmica Paraíba

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.