Fifa multa CBF e AFA e decide que partida entre Brasil e Argentina deve ser remarcada; Confronto foi suspenso após jogadores argentinos descumprirem quarentena

O Comitê Disciplinar da Fifa decidiu que a partida entre Brasil e Argentina válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo que foi suspensa após quatro jogadores argentinos furarem a quarentena imposta pelo governo devido à Covid-19 deverá ser remarcada.

Além disso, a federação internacional aplicou multa à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e à Associação de Futebol Argentina (AFA) e suspendeu os jogadores argentinos envolvidos no caso. Ainda não há nova data e horário para o confronto.

“Após uma investigação minuciosa dos vários elementos factuais e à luz dos regulamentos aplicáveis, o Comitê Disciplinar da Fifa decidiu que a partida deve ser repetida em data e local a serem decididos pela Fifa”.

Emiliano Buendía, Emiliano Martínez, Giovani Lo Celso e Cristian Romero foram suspensos por dois jogos cada um por “desobedecer os protocolos de retorno do futebol internacional da Fifa”.

Eles terão de cumprir a suspensão nos próximos jogos pela seleção. Caso a partida contra o Brasil não seja remarcada até 24 de março, eles não enfrentarão a Venezuela e o Equador, também pelas eliminatórias. A Argentina já está classificada para a Copa do Mundo 2022.

“Além disso, o Comitê Disciplinar da Fifa concluiu que o abandono da partida decorreu de várias deficiências das partes envolvidas em relação às suas respectivas responsabilidades e/ou obrigações”, afirma outro trecho do comunicado.

A CBF foi condenada a pagar uma multa de 500 mil francos suíços (R$ 2,8 milhões) por “infrações relacionadas à ordem e segurança”. A AFA, por sua vez, terá de desembolsar 200 mil francos suíços (R$ 1,1 milhão) pelo “descumprimento de suas obrigações em matéria de ordem e segurança, preparação e participação na partida”.

Ambas as associações de futebol terão de pagar uma multa de 50 mil francos suíços (R$ 280 mil) por “abandornar a partida”.

De acordo com a Fifa, as partes envolvidas no caso foram notificadas nesta segunda-feira (14).

Relembre o caso

Brasil e Argentina se enfrentariam no dia 5 de setembro de 2021, em São Paulo, em confronto válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2022.

Minutos após o início do jogo, agentes da Polícia Federal (PF) interromperam a partida a pedido da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que alegou que os jogadores Emiliano Buendía, Emiliano Martínez, Giovani Lo Celso e Cristian Romero furaram uma quarentena obrigatória para entrar no Brasil.

Fotos: Marcello Zambrana/AGF- Agência de fotografia/ Estadão Conteúdo

Os atletas negaram que estiveram anteriormente no Reino Unido, o que exigiria a quarentena. Três deles entraram em campo como titulares.

por Leonardo LopesTiago Tortellada CNN

foto: Agência de fotografia/Estadão Conteúdo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.