Debate sobre emenda de projeto gera bate boca entre procurador e vereador na Câmara de Diamante

Durante a sessão na Câmara de Diamante (PB) na manhã deste sábado (26), um advogado que ocupa o cargo de procurador-geral do município e o vereador Coronel Fonseca (PODE) “bateram boca” ao discutirem sobre uma emenda ao projeto de lei que ajusta o piso salarial do magistério.

A discussão começou quando o procurador, que foi enviado pelo prefeito Hermes Filho, solicitou que a presidência não recebesse a matéria que inclui os professores aposentados no reajuste de 33,24%, por, segundo ele, contrariar o regimento interno e exceder a competência da Casa.

– É uma questão de ordem que a presidente não receba a emenda porque contraria o regimento por excesso de competência. É uma excrescência que seja votada – disse, em tribuna.

A fala do jurista, no entanto, não agradou ao vereador, que é o autor da emenda, e assim iniciou o bate boca. Fonseca afirmou que o procurador havia ido à Câmara apenas para se posicionar contra o povo e o chamou de “pau mandado”, referenciando que ele estava a mandos do prefeito.

– Você tá jogando o povo contra os vereadores. O prefeito que vete, e nós derrubamos! Você vem de lá para tentar derrubar a emenda que foi discutida pela maioria aqui na Câmara? Isso não existe, procurador. Aí sim é ser “pau mandado” – expressou.

Após a confusão, o vereador foi aplaudido pelos participantes da sessão, e a presidente Lurdinha de Bá teve que intervir para acalmar a situação.

Depois de discutido, a inclusão dos inativos no novo piso foi aprovada por unanimidade. A emenda agora segue para sanção ou veto do Executivo.

Em caso de indeferimento, a propositura retornará para ser votada novamente na Câmara, exigindo a aprovação de um terço dos vereadores.

Entenda

No início da semana, o prefeito do município encaminhou ao legislativo um Projeto de Lei que adequa o piso salarial do magistério ao nacional, porém, deixou de fora os aposentados da categoria, já que Diamante possui previdência própria.

O tema gerou grande repercussão, e Fonseca, para incluir os profissionais inativos, resolveu desenvolver e levar a emenda para o debate.

por Tadeu Gomes/Diamante Online

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.