Secretário nacional do PT diz que “ainda é cedo” para definições na Paraíba sobre eleições

Laço entre a executiva nacional do PT com os diretórios estaduais, o secretário-geral da legenda, deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), avalia que “ainda é cedo” para uma definição de como o partido se comportará nas eleições deste ano na Paraíba. Petistas locais divergem sobre os rumos da sigla em 2022.

A ala liderada por Jakcson Macêdo, presidente da agremiação partidária no estado, e pelo ex-governador Ricardo Coutinho, sustenta que o PT estará no bloco de oposição ao governador João Azevêdo, candidato à reeleição pelo PSB. Para esse bloco, o candidato ao governo é o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), ex-aliado recente de João.

Já o grupo dos deputados Anísio Maia (estadual) e Frei Anastácio (federal), em conjunto com outros dirigentes, comunga da tese que a executiva estadual deve manter encaminhamento formalizado em resolução aprovada no ano passado de apoiar Azevêdo.

Teixeira evitou traçar um diagnostico de como ficará a situação no estado. Perguntando sobre qual fórmula o PT nacional adotará para o palanque de Lula na Paraíba, visto que tanto João, desde o ano passado, quanto Veneziano anunciaram voto no ex-presidente, o secretário-geral respondeu: “Ainda não há discussão sobre esse tema”.

Paulo Teixeira enfatizou que “é cedo” para deliberar sobre o momento do PT paraibano diante das divergências internas e afirmou não ter, ainda, “um quadro completo” para embasar uma avaliação do futuro da legenda no estado.

por Wallison Bezerra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.