Operação que apura fraudes no recolhimento do ICMS é deflagrada no Sertão da PB

O Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal do Estado da Paraíba (GAESF) deflagrou, nesta quinta-feira (21), a segunda fase da operação Terceiro Mandamento, com alvos em Campina Grande, Sousa, Cajazeiras, Uiraúna, São João do Rio do Peixe, Aparecida, Marizópolis e São Bento.

A ação já havia sido lançada em outubro do ano passado para desmontar uma organização criminosa que criava empresas de fachada para burlar o recolhimento do ICMS em mercadorias vendidas na Paraíba.

Nessa segunda fase, o GAESF conta com o apoio da 2ª Superintendência de Polícia Civil. Nessa nova fase, estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão com o objetivo de apreender elementos que comprovam a participação de outros integrantes da organização Criminosa (Orcrim), os quais, junto a Cartórios Extrajudiciais, conseguiram reconhecimento de firma de interpostas pessoas e/ou pessoas fictícias, utilizadas nas transações de empresas de fachada.

A operação, deflagrada em outubro de 2021, desarticulou uma organização criminosa que, por meio de uma fraude fiscal estruturada, causou prejuízo ao Estado da Paraíba, já comprovado, na ordem de mais de R$ 230 milhões, segundo informações repassadas.

O GAESF é composto pela Secretaria de Estado da Fazenda, através da Gerência Executiva de Combate à Fraude Fiscal, pelo Ministério Público Estadual, por meio da Promotoria de Justiça de Crimes Contra a Ordem Tributária, Secretaria de Segurança e Defesa Social, pela Delegacia de Crimes Contra a Ordem Tributária e pela Procuradoria Geral do Estado.

Por Lucas Isídio/ClickPB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.